Policial
Publicado em 18/06/2017 às 19h15 | G1 (Foto: Reprodução)
Motorista não obedeceu sinalização de pare, diz passageiro de veículo onde estava cantora Eliza Clívia
Comentários

O motorista do veículo em que estava a cantora paraibana Eliza Clívia, 37 anos, ex-vocalista da Banda Cavaleiros do Forró, não obedeceu a sinalização de pare, diz o sanfoneiro Paulo Texeira de Carvalho, que também foi vítima do acidente, que provocou a morte da artista e do marido dela o baterista Sérgio Ramos na última sexta-feira (16), no Centro de Aracaju.

“Fomos até uma emissora de TV dar uma entrevista e na saída não deu cinco minutos, passamos por um quebra-molas e saímos bem devagarinho e logo em seguida o ônibus bateu. Ele [o motorista] não parou. Tinha placa de pare. Estávamos sendo guiados pelo GPS”, disse após ter alta do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) em Aracaju.

Elizia, que iniciou a carreira solo, há quatro meses, estava em Aracaju para divulgar um show, que seria realizado na noite desta sexta-feira, quando o veículo em que estava bateu contra um ônibus.

 
Eliza Cliva e o marido morreram em acidente de carro em Aracaju (Foto: Divulgação)Eliza Cliva e o marido morreram em acidente de carro em Aracaju (Foto: Divulgação)

Eliza Cliva e o marido morreram em acidente de carro em Aracaju (Foto: Divulgação)



COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tribunal de Notícia. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Podendo retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.




Copyright © 2013. 2017 - É permitida a reprodução ou utilização do seu conteúdo, desde que citada a fonte.
Total de acessos
1586975