Justiça
Publicado em 03/06/2017 às 10h48 | G1 (Foto: Reprodução)
Liminar garante três meses a mais de licença-maternidade a mãe de bebê prematuro
Comentários

A analista de sistemas Vanessa Silveira conseguiu uma liminar na Justiça para permanecer três meses e meio a mais com o filho, além da licença-maternidade. Esse foi o período que Miguel ficou no hospital em Joinville, no Norte catarinense, após nascer prematuro.
 
A decisão da Justiça é inédita no estado e ocorre pela segunda vez no país. "É um pedido urgente e por conta da urgência da situação, já que a licença-maternidade dela venceria. Aguardar os efeitos de uma sentença seria muito tempo", explica a advogada Ana Paula Nunes Chaves.
 
O juiz Marcos Hideo Hamasaki defendeu na sentença que "para o adequado desenvolvimento da criança em seus primeiros meses de idade, faz-se mister [necessária] a convivência em tempo integral com a mãe (e familiares), não há dúvida que as mães devem contar com este período (120 dias) de benefício a partir do momento em que passem a conviver juntamente, isto é, para o caso presente, a partir da alta hospitalar".
 
Miguel nasceu com duas sindromes raras: hérnia umbilical e Apple Peel, quando o intestino forma-se fora do abdômen. Antes de receber alta, há um pouco mais de um mês, ele passou por quatro cirurgias. Neste período, Vanessa permaneceu na maternidade esperando a melhora do filho.
 
Agora, ela aproveita para conviver com a criança. "A recuperação minha, a dele. Nós dois juntos. A rotina. Tudo isso não existe no hospital", conta a analista. Assita à reportagem
 


COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Tribunal de Notícia. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Podendo retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.




Copyright © 2013. 2017 - É permitida a reprodução ou utilização do seu conteúdo, desde que citada a fonte.
Total de acessos
1586978